quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Realidade X Auto Escola - Quebra Molas

Diferente das outras manias, a que iremos abordar aqui não é tão presente entre os motoristas. A grande maioria passa no quebra molas corretamente. Outros, erram por não saber como estão errando.

Não existe uma lei que especifica com qual velocidade você deve passar no quebra molas. Por isso, vale o bom senso. Isso quer dizer que você sempre deverá passar nos quebra molas de maneira suave. Em quebra molas maiores a velocidade pode ser entre 15 e 20 km/h. Nos menores (aqueles feito nas vias pelos próprios moradores), entre 5 e 10km/h.



REALIDADE


Muita gente passa no quebra molas de qualquer jeito. Veja abaixo os erros mais comuns:
  • Passar no quebra molas pressionando a embreagem
  • Passar no quebra molas pressionando o freio
  • Deixar o carro em ponto morto e em movimento usando o freio
Porque essa prática?
Atire a primeira pedra quem nunca "pulou" um quebra molas. Já conheci motorista que nunca bateu o carro. Já vi pessoas que são mestre em direção e até mesmo os instrutores de auto escola. Todos já pularam o quebra molas.

É tanto que nem existe proibição em relação a velocidade e quebra molas. Se a velocidade da via for de 60 km/h e existir um quebra molas e nenhuma placa de regulamentação, sinta-se a vontade para passar na velocidade que você quiser. O mecânico vai adorar, inclusive.

Excluindo-se os casos acima, as vezes esquecemos de fazer a correta redução. Outras vezes simplesmente não nos lembramos de fazer como manda a regra. E outras pessoas, acreditam que estão fazendo tudo certo.

AUTO ESCOLA


Vamos á maneira correta. Suponhamos que você esteja a 50 metros do quebra molas. Você deverá reduzir o carro. Reduza bastante até obter uma velocidade baixa. Só que o término da redução deve ser antes do encontro do pneu com a ondulação.
Você deve alcançar a velocidade ideal até 5 metros antes do quebra molas. Já com o carro reduzido PASSE ACELERANDO e siga o percurso.

Porque essa Regra?
Essa regra tem suas razões de ser. Veja abaixo as principais causas:

  • Passar freando pode danificar os amortecedores e as rodas do carro
  • Passar na ondulação em ponto morto gera menos estabilidade e controle na retomada de aceleração
  • Passar correndo pode influenciar na perca do controle do veículo, danificar rodas, pneus, amortecedores e lataria. Isso sem contar a possibilidade de machucar o passageiro ou você mesmo, o motorista.
Por mais que seja comum "pular quebra molas", dirija sempre com muita atenção. Siga todas as regras, obedeça a sinalização e passe acelerando nas ondulações.

Lembre-se o bom motorista de verdade, é aquele que dirige com cuidado e atenção.

Um comentário:

  1. Galera estou aqui para contar minha experiência... fiz o exame em Guarulhos dia 09/02 e hoje 14/02 descobri que fui APROVADO...caralho, nem acredito que me livrei desse problema. Assim como muitas pessoas aqui, nunca tinha pegado num carro (nunca precisei) e aprendi na raça apenas com as 20 aulas obrigatórias da autoescola. No dia do exame estava nervoso assim como todo mundo, mas a prova é muito fácil, o que estraga é realmente o nervosismo. E detalhe: ainda deixei o carro morrer uma vez no percurso. As dicas que dou são as seguintes: sei que ja disseram, mas não pode ficar nervoso, o fiscal entra no carro emburrado e força vc ficar nervoso justamente pra testar sua habilidade de controlar o carro em situações que te deixariam nervoso. Depois, tente deixar pra fazer a prova por último, porque é quando tem menos trafego e é quando todo mundo já fez a prova. Muitas vezes você faz a prova junto com um monte de pessoas, ai se um carro a sua frente morrer você será obrigado a parar também, ai entra o risco de você deixar o carro morrer ou cometer qualquer outro erro. Depois, mostre para o fiscal que você realmente sabe o que está fazendo, mexa bastante nos retrovisores do carro, ajuste tudo, dê setas para todos os lados corretamente, mostre que você leu as placas de sinalização, entre em cruzamentos com cuidado e olhando para os dois lados mesmo quando não há placas de parada obrigatória e demonstre respeito. Mesmo que você cometa erros e que não exceda a pontuação máxima de 3 pontos, tudo isso conta bastante. Errar acontece, até mesmo com motoristas experientes (deixar morrer o carro por exemplo), mas é seu autocontrole e respeito que contam muito, pois mostra que mesmo cometendo alguns erros você poderá aprender e se aperfeiçoar mais quando tiver carteira. O limite de pontuação existe apenas para reprovar candidatos que cometem erros graves. Erros pequenos são perfeitamente admissíveis. Outra dica é treinar muito controle de embreagem nas subidas. A dica é usar o freio de mão, pois é mais fácil e seguro. Além disso mostra que você tem noções de mecânica, porque fazer controle só com embreagem desgasta o carro e o disco de embreagem. A baliza então nem se fale... treine muito. O que me salvou foi a baliza, porque embora tenha deixado o carro morrer, fiz a baliza perfeitamente, na primeira tentativa e bem rapidamente, dentro dos limites da baliza e do meio fio da calçada. AH... E O MAIS IMPORTANTE, NÃO PAGUEM QUEBRA, POIS ISSO SÓ ALIMENTA A CORRUPÇÃO E A ROUBALHEIRA. É POR ISSO QUE O TRÂNSITO ESTÁ CHEIO DE CRIMINOSOS. DEPENDE DE NÓS MUDAR ISSO. Boa sorte para todos... ricartengenheiro@hotmail.com

    ResponderExcluir